Obras do Polo Químico de Guaiuba são iniciadas

Obras do Polo Químico de Guaiuba são iniciadas

27
0
10 de Outubro de 2017 - Terreno onde ser· erguido o Polo QuÌmico de Guai˙ba. - NEGOCIOS - 11ne5599 - NLVL

Uma nova fase para a concretização do Polo Químico de Guaiúba, na Região Metropolitana de Fortaleza, acaba de ser iniciada. O empreendimento, que prevê a geração de mais de dois mil empregos diretos e sete mil indiretos, já conta com as obras de infraestrutura da primeira etapa em execução.

Com investimentos de mais de R$ 10 milhões do Governo do Ceará por meio da Agência de Desenvolvimento do Estado do Ceará (Adece) e Secretaria da Infraestrutura do Estado do Ceará (Seinfra), o Polo conta ainda com um aporte de R$ 95,6 milhões das indústrias a serem implantadas no local. Conforme a presidente da Agência, Nicolle Barbosa, a previsão de término da obra é de 120 dias.

“Estão sendo realizados os serviços preliminares de terraplenagem, pavimentação, drenagem e implantação da rede de água e esgoto. A obra dessa primeira etapa deverá ser entregue em quatro meses e as empresas devem começar a se instalar no local logo em seguida, em fevereiro de 2018”, adianta Nicolle.

Em fevereiro deste ano, o governador Camilo Santana assinou a liberação dos recursos direcionados às obras de instalação do Polo. No mês seguinte, Adece e Prefeitura Municipal de Guaiúba assinaram convênio.

Um total de 27 empresas deve compartilhar o espaço destinado a indústrias do segmento químico. A iniciativa veio por parte do Sindicato das Indústrias Químicas, Farmacêuticas e da Destilação e Refinação de Petróleo no Estado do Ceará (Sindquímica) e contou com o apoio da Adece após a instauração da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva da Indústria Química do Estado do Ceará (CS Química).

Desenvolvimento do setor

A expansão do setor químico cearense mostra um novo momento vivenciado pelo segmento no Estado, enfatiza Nicolle. Somente este ano, além do Polo Químico, foram anunciadas a vinda do grupo Raymundo da Fonte, controlador da Brilux, e a duplicação da Limpa Fácil. “Enquanto a Brilux deve investir R$ 56 milhões e gerar 300 empregos diretos e 1.000 indiretos, a ampliação da Limpa Fácil prevê um aporte de R$ 9,5 milhões, 120 empregos diretos e 480 indiretos”, comemora.

Conforme o presidente da CS Química e do Sindquímica, Marcos Soares, será implantado, dentro do Polo, o Instituto Orbitar. A entidade tem como principal objetivo alinhar os laboratórios químicos de instituições de ensino existentes no Ceará com as empresas.

“No ano passado e nesse ano visitei vários condomínios químicos no Brasil e no exterior. Constatamos que os polos sem uma âncora e sem referência com a academia não vão para frente. O Instituto Orbitar fará uma interlocução entre as indústrias não somente do Polo de Guaiúba, mas de todo o Ceará com a academia para pesquisa e desenvolvimento de novos produtos”, explica ele destacando que, atualmente, as empresas recorrem a laboratórios de outros estados.

Um trabalho de levantamento dos laboratórios existentes no Ceará está sendo realizado pela CS Química. Aproximadamente 15 laboratórios no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) e na Universidade de Fortaleza (Unifor) foram visitados no Ceará neste ano em busca de promover parceria com as empresas. Mais estruturas de outras instituições de ensino cearenses deverão ser visitadas.

Comments

comments