Antes é preciso entendermos, o Brasil que vivemos. Vivemos num País, dominado pela corrupção, como nunca visto antes, onde todos os poderes da República estão sob suspeita, com baixa ou nenhuma credibilidade junto à população.

Esse processo corruptivo, se agravou com a eleição presidencial de 2014, quando os diversos partidos concorrentes usaram de verdadeiro saque as instituições, por meio de empresários inescrupulosos para custearem suas campanhas, tanto de situação quanto de oposição.

Passada a eleição, iniciou-se uma tentativa desesperada do candidato derrotado Aécio Neves (PSDB), em contestar na justiça a vitória da candidata eleita Dilma Rousseff (PT), como também utilizando do Congresso, que tinha a frente seu aliado Eduardo Cunha, que com sua tropa de choque, formada por um bando de picaretas oportunistas, agindo na base do “toma lá dá cá”, travaram as pautas de votação que paralisaram o governo.

Daí vieram vários pedidos de impeachment contra Dilma, na outra frente o Vice-presidente Michel Temer, atuava com seus aliados junto com Aécio, para a destruição da presidente eleita. Enquanto isso, a ação movida pelo PSDB, avançava na justiça eleitoral, com dois pesos e duas medidas; como desaprovar as contas de Dilma e não reprovar as de Temer? Já que ambos eram da mesma chapa?

Aí entra o famoso jeitinho brasileiro e, como sabemos “a justiça é cega mas, é boa de tato”. Dilma foi definitivamente afastada e Temer, assumiu o governo comprometido com todos aqueles que promoveram o chamado “golpe”.

Temer, entra para a história pela porta dos fundos, como o presidente que governa de costas para o povo; com os sucessivos aumentos de combustível, luz, água, gás, alimentos, saúde, educação; tirando direitos e conquistas, com medidas e reformas impopulares, dificultando cada vez mais a vida da já sofrida população.

Mas as eleições vem aí, não permita que maus políticos digam, que “cada povo tem os governantes que merece”. É hora da faxina, vamos fazer a limpeza.

Fique com Deus, até o próximo.

Luciano Moreira
Jornalista DRT/CE 3411
jornalexpressoce@gmail.com

Comments

comments