Home / NOTÍCIAS REGIONAIOS / Começou o cadastro para distribuição de kits de conversão

Começou o cadastro para distribuição de kits de conversão

Serão distribuídos gratuitamente 770 mil kits em 24 municípios das regiões de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral. Quem retirar o kit até o dia 19 de setembro ainda concorre a 40 televisões e cartões com R$ 500 por mês

Beneficiários de programas sociais do Governo Federal de 24 municípios das regiões de Fortaleza, Juazeiro do Norte e Sobral já podem agendar a retirada do kit gratuito para conversão da TV analógica para digital. A Seja Digital, entidade que está conduzindo o processo de migração no Brasil, vai distribuir 770 mil kits compostos por antena digital, conversor e controle remoto. A previsão é que o sinal analógico seja desligado nestes locais no dia 27 de setembro.

Para receber o kit é preciso preencher um formulário no site da Seja Digital (www.sejadigital.com.br/kit) ou ligar para o 147 e informar o número do CPF ou NIS (Número de Identificação Social) para fazer o agendamento. “Na hora do agendamento, a pessoa escolhe o local, dia e horário que quer retirar o kit”, explica a gerente do Seja Digital para região de Fortaleza, Vejuse Oliveira, ressaltando que o atendimento telefônico funciona 24 horas por dia e serve também para tirar dúvidas sobre a instalação.

Dos 32 pontos de distribuição dos kits no Ceará, 22 já estão ativos. Os demais passarão a funcionar a partir do dia 3. “Mas todos os pontos já estão disponíveis para agendamento”, explica Vejuse.

Quem fizer a retirada do kit até o dia 19 de setembro ainda concorre a 40 televisões e mais dois cartões com R$ 500 por mês durante 12 meses. Ela explica que em breve serão mapeados os bairros onde há menos incidência de instalação de conversores para realizações de ações educativas, em parceria com antenistas, para auxiliar os moradores na instalação.

Para que ocorra o desligamento do sinal analógico no dia 27 de setembro é preciso que no mínimo 93% dos domicílios estejam aptos a captar o sinal de TV digital. No final deste mês será feito o primeiro levantamento nos municípios cearenses sobre este quantitativo. “A gente espera distribuir todos estes kits até meados de agosto. Julgamos ser tempo suficiente. Em outras praças como São Paulo nós distribuímos 2 milhões de kits em dois meses”, explicou o diretor da Seja Digital, Antônio Carlos Martelletto.

Ele ressalta que também está sendo feito um trabalho junto ao varejo para que não haja desabastecimento ou encarecimento do produto. Hoje os kits podem ser encontrados com preços entre R$ 100 e R$ 200. Segundo Martelletto, as emissoras destas localidades já estão preparadas para operar com a nova tecnologia.

Além de trazer melhor qualidade de som, imagem e recursos como linguagem de sinais para televisão, ele diz que fazer a migração para o sinal digital é fundamental para liberar a faixa de radiofrequência de 700 MHz para expansão da tecnologia 4G no Brasil.

Veja Também

Iniciada a revisão biométrica do eleitorado de Maranguape

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE), instalou um posto de atendimento, para realização do ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *