Home ENTRE UMAS & OUTRAS Soldados de plumas e paetês | Janeiro/2017

Soldados de plumas e paetês | Janeiro/2017

423
0

Como diria aquele presidente, “nunca na história desse país, passamos por uma crise como essa”. Qual seja de princípios moral e ético, que afeta toda sociedade brasileira em seus mais diversos seguimentos, tendo como mazela principal a CORRUPÇÃO, que tem como carro-chefe os políticos, passando pelo judiciário, pela polícia e até a religião, que está infestada de picaretas que se aproveitam da ignorância do povo, passando-se por lobos revestidos de pele de cordeiros, em seus momentos de angustia.
É aquela coisa, é o menor (mal) se espelhando no maior, porque isto é Brasil e nada dá em nada, quando não se acaba em pizza, acaba em samba e por falar nisso,
já estamos vivendo o pré-carnaval e as revoltas nos presídios continuam sem precedentes, observamos um estado fraco, diante de bandidos com celulares e facões, que a polícia não consegue impedir a entrada.
Há rebelião que se arrastou por mais de dez dias, mas todos os dias o carro com o café, almoço e o jantar, chega pontualmente aí, os revoltosos dão um break e depois o facão come de esmola, só param de novo quando entra um pregador. Só não respeitam os agentes penitenciários e a polícia.
Como se não bastasse vem o (im) próprio Presidente da República Senhor Michel Temer, com uma lambança invocando as Forças Armadas Brasileira, para fazer varredura nos presídios e vai logo dizendo,” os soldados do exército, não terão contato com os detentos”.
Isso parece coisa de criança, aí chega o agente penitenciário e diz para os presos,” agora saiam todos das celas deixem seus celulares, facas, facões e armas de fogo, por que os soldados das FAB, vão entrar”.
Ora, como o carnaval tá chegando, os soldados vão acabar entrando de plumas e paetês.
Sem dúvidas que o sistema prisional está falido, assim como o estado, mas o maior vilão dessa guerra, que expõem a fragilidade brasileira para o mundo, são exatamente aqueles que deveriam constituir e zelar pelas leis do país, mas as vigiam como ratos, prontos para subtraírem a pátria.

Luciano Moreira
Jornalista – DRT/CE Nº 3411
ACEJI Matricula 1593
jornalexpressoce@gmail.com

Previous articlePR promove encontro para debater preparativos das eleições de 2018
Next articleO Brasil que não avança | Fevereiro/2017
O Jornal Expresso CE, é um veículo da Publicmais -Edição de Jornais e Revistas, fundado em 15 de agosto de 2013., com edição impressa no formato tabloide, com circulação mensal em: Maranguape, Maracanaú, Pacatuba e Guaiúba e Edição Digital, dirigida para o Maciço de Baturité/CE. Mas, por conta da pandemia encerrou sua edição impressa em fevereiro de 2020, e a edição digital em agosto de 2021, quando o Jornal Expresso CE, completou 8 anos de atividades.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here