COMPARTILHAR

Professores, alunos e agentes de saúde, saíram na manhã de sábado, 24 de fevereiro, da Escola Municipal Francisca Marques de Sousa, na comunidade de Altos em Itapebussú, no município de Maranguape, convocando a todos para o combate ao mosquito da dengue.
Da escola para as ruas, essa foi a iniciativa da diretora Lucineia Alves de Souza Barreto e da coordenadora Lucélia Gleiciano Honório, juntamente com os professores, as crianças e agentes de saúde, envolver a comunidade na luta contra o aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, que logo ganhou o apoio dos pais e da população.
O movimento percorreu as ruas do bairro, distribuindo panfletos, orientação para identificação do inimigo comum e eliminação de focos do mosquito. Pois só com a conscientização e participação das famílias será possível vence-lo, afinal essa é uma luta de todos.

Fica aí o exemplo da escola
Participe você da campanha em sua comunidade, ajude a eliminar os focos do mosquito em sua casa e oriente amigos e familiares sobre os perigos em deixar água parada em qualquer recipiente.

Confira algumas dicas desse movimento da educação em Itapebussú; mantenha bem tampados tonéis e barris de água;
• Lave semanalmente por dentro com escova e sabão os tanques utilizados para armazenar água;
Mantenha a caixa d´água bem fechada. Coloque também uma tela no ladrão da caixa d´água;
• remova folhas, galhos e tudo que possa impedir a água de correr pelas calhas;
• não deixe água acumulada sobre a laje;
• encha os pratinhos de vasos de plantas com areia até a borda;
• Outra opção para os pratinhos de plantas é lavar com escova, água e sabão uma vez por semana. Avalie também a possibilidade de eliminar os pratos;
• Troque a água dos vasos de plantas aquáticas e lave-os com escola, água e sabão uma vez por semana;
• Coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira bem fechada
• Feche bem os sacos de lixo e deixe-os fora do alcance de animais;
• Mantenha as garrafas com a boca virada para baixo, evitando o acúmulo de água;
• Pneus devem ser acondicionados em locais cobertos;
• Faça sempre a manutenção de piscinas ou fontes utilizando os produtos químicos apropriados;
• Se o ralo não for de abrir e fechar, coloque uma tela fina para impedir o acesso do mosquito à água;
• Coloque areia dentro de todos os cacos que possam acumular água;
• Não deixe água acumulada em folhas secas e tampas de garrafas;
• Os vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual devem ser tampados e verificados semanalmente;
• Limpe sempre a bandeja do ar-condicionado para evitar o acúmulo de água;
• Lonas usadas para cobrir objetos ou entulhos devem ser bem esticadas para evitar poças d´água.
Ajude os Agentes de Saúde, no combate ao mosquito, juntos venceremos.
O Jornal Expresso apoia essa Campanha, apoie você também!

Comments

comments