COMPARTILHAR

O presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, enviará uma delegação para a Coreia do Norte nesta semana para discutir a paz na pensínsula e um eventual diálogo entre Pyongyang e Washington, disseram autoridades neste domingo (4).

+ Síria: militantes atacam corredor humanitário que seguia a Ghouta

Serão os primeiros enviados especiais sul-coreanos a viajar para Pyongyang em cerca de dez anos. A viagem ocorre em meio a um raro momento de boa vontade entre os rivais, decorrentes dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang.

A delegação de dez membros liderada pelo diretor de segurança nacional Chung Eui-yong vai a Pyongyang na tarde desta segunda-feira (5) para uma visita de dois dias que inclui conversas com altos funcionários norte-coreanos não identificados.

As discussões abordarão como promover a paz na península coreana, melhorar os laços entre as Coreias e promover um ambiente para realizar a retomada das negociações entre Pyongyang e Washington.Após a viagem a Pyongyang, a delegação sul-coreana visitará Washington para informar os EUA sobre as negociações, informou Yoon Young-chan, um alto funcionário presidencial, em uma conferência de imprensa televisionada.

Durante um monólogo cheio de piadas em um jantar com jornalistas no sábado (3) em Washington, o presidente Donald Trump sugeriu que os EUA se encontrarã com a Coreia do Norte, mas que Pyongyang precisa antes se "desnuclearizar".

"Nos encontraremos e veremos se algo positivo acontece", disse Trump. Não ficou claro se o presidente estava fazendo uma piada ou se conversas formais entre EUA e Coreia do Norte eram iminentes.

Comments

comments