COMPARTILHAR

A segurança das urnas eletrônicas e a implantação do voto impresso nas eleições de outubro de 2018 são debatidas em audiência pública da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), nesta terça-feira (6).

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luiz Fux, é um dos convidados. Na última quinta-feira (1º), o Tribunal Superior Eleitoral aprovou uma resolução com regras para verificação do voto impresso em parte das urnas nas eleições de outubro.



+ Cai aprovação ao juiz Sérgio Moro, aponta pesquisa

Novidade nas eleições deste ano, o voto impresso deverá ser implantando em cerca de 30 mil (5%) das 600 mil urnas eletrônicas a serem usadas na votação, na qual o eleitor escolherá presidente, governador, senadores e deputados.



O pedido de audiência pública foi feito pelo senador Lasier Martins (PSD-RS). Para ele, a urna eletrônica não é confiável e a impressão do voto seria a única forma de auditar o resultado das eleições.

Além do ministro Luiz Fux, devem participar do debate especialistas em segurança de dados e advogados.