COMPARTILHAR

O presidente do Parlamento da Catalunha, Roger Torrent, convocou o órgão legislativo para escolher o novo líder da comunidade autônoma em 12 de março.A candidatura que será votada é a de Jordi Sànchez, líder separatista que está em prisão preventiva em Madri por "rebelião" na declaração unilateral de independência de outubro passado.

+ Espanholas convocam greve internacional de mulheres no 8 de março



Sánchez (na foto à direita) foi indicado pelo presidente deposto da Catalunha, Carles Puigdemont, que desistiu de sua candidatura por não poder voltar à Espanha devido a um mandado de prisão contra ele.

Ex-presidente do Parlamento catalão, Sànchez foi eleito deputado nas últimas eleições na região, em dezembro. Ele pediu sua libertação ao juiz Pablo Llarena para poder governar a Catalunha. Com informações da Ansa.