COMPARTILHAR

Os militantes de Ghouta Oriental introduziram o recolher obrigatório no período das pausas humanitárias e também impedem que os civis realizem reuniões de rua, informou aos jornalistas em 4 de março o representante do Centro para a Reconciliação na Síria russo, major-general Vladimir Zolotukhin.

"De acordo com informação obtida pelo Centro para a Reconciliação, os grupos armados de Ghouta Oriental introduziram o recolher obrigatório para a população local no período das pausas humanitárias. Os civis que violem as regras estabelecidas são sujeitos a punições públicas", disse.



+ Sociais-democratas aprovam coalizão com Merkel

Zolotukhin acrescentou também que os militantes impedem os civis de se reunirem para evitar a sua possível fuga através do corredor humanitário.



A sexta pausa humanitária diária entrou em vigor em Ghouta Oriental às 09h00 (02h00, horário de Brasília) de 4 de março. Os militantes continuam detendo os moradores locais, impedindo que estes atravessem o corredor humanitário. Durante todo o período de pausas humanitárias, apenas duas crianças conseguiram fugir usando o corredor. Ontem (3) os militantes dispararam contra o corredor humanitário, ferindo três civis. Com informações do Sputnik News.