COMPARTILHAR

Uma mulher foi condenada a dois de prisão depois de ter casado com a filha, noticia a BBC.

De acordo com a lei do estado do Oklahoma, casar com um membro da mesma família, existindo ou não relações sexuais, é considerado crime.



Patricia Ann Spann, de 45 anos, que confessou ser culpada do crime de incesto, casou-se com a filha, Misty Velvet Dawn Spann, de 26 anos, em 2016, depois de o casamento entre pessoas do mesmo sexo ter sido legalizado naquele estado norte-americano.

Este não foi o primeiro crime de incesto cometido por esta mulher. Em 2008, Patricia Spann casou-se com o filho, cujo nome não foi revelado. Dois anos depois, o matrimônio acabou por ser anulado.



Patricia Spann irá agora cumprir uma pena de dois anos de prisão, ao passo que a sua filha, Misty Spann, ficará em prisão preventiva.