COMPARTILHAR

O japonês Ei-ichi Negishi, vencedor do prêmio Nobel de química e sua mulher, Sumire Negishi, foram encontrados nesta quinta-feira (15) em um aterro no estado de Illinois, nos Estados Unidos. O casal estava desaparecido de casa há três dias, no estado da Indiana.

Eles foram vistos pela última vez na segunda-feira (12) próximo à Purdue University, universidade em que Ei-ichi Negishi ministrava aulas de química. De acordo com a polícia, o corpo de Sumire e o carro deles foram encontrados em um aterro em Rockford, enquanto o professor foi encontrado vagando pela estrada nas proximidades.



A polícia investiga o caso, mas já adiantou que não suspeita de um crime. Ei-ichi Negishi ganhou o Nobel de Química em 2010 juntamente com outros dois professores.

Aos 80 anos, Sumire Negishi sofria de um estágio avançado de Parkinson. Familiares acreditam que o casal estava tentando encontrar o caminho para o aeroporto e ficou “desorientado” ao longo do trajeto, disseram ao canal WTRH.



“Durante toda a vida de amor e lealdade, ela apoiou o marido em uma carreira de tremenda contribuição para a ciência e para o ensino e treinamento de gerações subsequentes de grandes cientistas”, lamentou o presidente da Purdue University, Mitch Daniels, em comunicado.