COMPARTILHAR

Moradores da favela da Maré, na Zona Norte do Rio, se reúnem neste domingo (18) para protestar contra a morte da vereadora Marielle Franco, assassinada na última quarta-feira (14).

Socióloga, Marielle se definia como "cria" da Maré por ter nascido na comunidade. De acordo com informações do G1, os manifestantes também prestaram homenagens ao motorista Anderson Pedro Gomes, morto na mesma abordagem.



+ Assessora de Marielle Franco deixa o estado do Rio de Janeiro

O mandato da vereadora se pautava pela defesa dos direitos humanos. Em pouco mais de um ano, ela apresentou cerca de 20 projetos de lei, dos quais dois foram aprovados.