COMPARTILHAR

A forte repercussão do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL) no Brasil e no exterior fez com que o presidente Michel Temer determinasse ao interventor na segurança do Rio, general Walter Souza Braga Netto, nesta seguda-feira (19), a resolução do caso no tempo mais curto possível.

O Planalto também estuda oferecer recompensa de R$ 100 mil por informações que levem à prisão dos assassinos. A informação é do G1.



+ Sargento baleado é o 28º PM morto no Rio de Janeiro em 2018

Até o momento, o Disque-Denúncia do Rio de Janeiro recebeu 31 denúncias relacionadas ao caso. Uma delas levou à apreensão em Minas Gerais de um carro que, erroneamente, cogitou-se ter sido usado pelos autores do crime.