COMPARTILHAR

Por oito anos, Milka atuou no canil do Corpo de Bombeiros de São Paulo e ajudou em diversos resgates. A cadela morreu no último fim de semana e ganhou uma homenagem dos colegas humanos.

Publicação da corporação em rede social mostra que os bombeiros do Ipiranga velaram e fizeram uma cerimônia de despedida para Milka.



Ainda de acordo com o texto, durante os anos em que atuou no 1° Grupamento, a cadela localizou várias vítimas nas ocorrências, ao lado do sargento Clóvis, seu condutor.

Em outra publicação, os Bombeiros lembraram de algumas atuações de Milka -como o desabamento de um prédio em construção em São Mateus, em 2013; nas obras do metrô, em 2007; e casos de pessoas desaparecidas em matas. Também mostraram Sara, Cleo e Kiara, que integram o canil. Com informações da Folhapress.