COMPARTILHAR

O chefe executivo do Centro de Operações do Rio (COR), tenente-coronel Guilherme Lima Torres Sangineto, deixará o cargo, após cerca de três meses no posto. Segundo fontes da Prefeitura do Rio, Sangineto teria se desentendido com o secretário municipal de Ordem Pública (Seop), Paulo Amendola.

O comando do COR será assumido pelo novo subsecretário de operações, nomeado nesta quarta-feira (21), coronel Wolney Dias. Esta é a terceira troca no comando do Centro de Operações desde que Marcelo Crivella assumiuo governo do Rio.



A Prefeitura anunciou hoje o sistema de cerco eletrônico para combater crimes com veículos. O sistema foi desenvolvido pelo COR, porém, Sagineto não participou do lançamento e não se pronunciou.

A nova ferramenta será utilizada pelo Comando Militar do Leste, a Polícia Rodoviária Federal e as polícias Civil e Militar, além de outros órgãos públicos.