COMPARTILHAR

A polícia fronteiriça israelense pretende usar gás lacrimogêneo a partir de drones contra pessoas que participarem das manifestações do Hamas em Gaza nesta sexta-feira.

Os veículos aéreos não-tripulados estão sendo equipados para para dispersar multidões e "manifestantes em potencial", permitindo que a polícia israelense evite ter que fazer contato físico com eles. A informação foi divulgada pela publicação do Jerusalem Online.



+ Por cuidados e atenção, idosas cometem delitos para serem presas

Cada drone pode carregar até seis latas de gás lacrimogêneo. A técnica de drone gasoso foi testada em manifestantes pela primeira vez no início deste mês.



O uso de gás lacrimogêneo para reprimir distúrbios civis é legal. No entanto, o uso da substância em guerras foi proibido pela Convenção sobre Armas Químicas de 1993, da qual Israel não era signatário, mas aderiu posteriormente. Com informações da Sputnik News.