COMPARTILHAR

O vereador José Célio Soares da Silva (PSB), conhecido como Mizé, de 36 anos, foi morto a tiros, quando deixava sua residência, por volta das 6 horas dessa quinta-feira (22), na cidade de Palmeirina, Agreste pernambucano.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado e chegou a socorrer a vítima, que não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida.



De acordo com o 9º Batalhão de Polícia Militar, foram deflagrados 10 tiros contra o vereador.

+ Cármen Lúcia diz que julgamento foi interrompido para evitar exaustão



+ 'Economist' comenta silêncio de Bolsonaro após morte de Marielle

Mizé foi o 5º vereador mais votado do município em 2016, com 320 votos, segundo o portal G1. O Partido Socialista Brasileiro (PSB) no Estado emitiu nota e lamentou o assassinato.

"Confiamos no trabalho da Polícia Civil e esperamos que o caso seja devidamente esclarecido para que os culpados sejam responsabilizados. Prestamos nossa solidariedade aos familiares e amigos nesse momento de luto", diz o texto.

O corpo foi velado na Câmara de Vereadores e a prefeitura da cidade decretou luto de três dias. As primeiras informações dão conta de crime de execução. No entanto, a Delegacia de Palmeirina, responsável pelas investigações, informa que a autoria e a motivação do crime ainda são desconhecidas.