COMPARTILHAR

Indagado a respeito de seu programa de reformas de cunho liberal, o presidente da República, Michel Temer (MDB-SP), afirmou que "o MDB já está trabalhando na Ponte para o Futuro 2. O [ministro] Moreira Franco, intelectuais do MDB e a Fundação Ulysses Guimarães já estão cuidando disso".

O conjunto de propostas intitulado " Ponte para o Futuro" foi lançado em outubro de 2015, quando Temer ainda ocupava a vice-presidência da República, e prega "uma política de desenvolvimento centrada na iniciativa privada", com concessões e "parcerias para complementar a oferta de serviços públicos".



+ MDB tenta colar Meirelles em plano eleitoral de Temer

A afirmação foi feita em entrevista à revista IstoÉ, na qual o presidente confirmou que concorrerá à Presidência da República nas eleições de outubro.



A declaração sobre a candidatura é em direção oposta ao posicionamento adotado por Temer em 2016, quando assumiu o Palácio do Planalto após o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

À época, ele dizia que ficaria no poder apenas os dois anos e meio restantes do mandato.