COMPARTILHAR

O papa Francisco criticou neste domingo (25) quem calunia para "manipular a realidade" e silencia "as vozes dissonantes". A declaração ocorreu durante a celebração do Domingo de Ramos, na qual ainda convocou os jovens a não se calarem contra os temas que os preocupam.

"Caros jovens, vocês têm de gritar", disse, enquanto recomendava aos jovens para agir como aqueles que receberam a Jesus Cristo no Domingo Ramos em vez de seguir quem pediria pela crucificação. "Cabe a vocês não ficarem quietos. Mesmo se outros continuarem quietos, se nós velhos e líderes, alguns corruptos, ficarem quietos, se o mundo todo ficar quieto e perder sua alegria, eu pergunto a vocês: Vocês vão gritar?", completou antes de receber respostas positivas.



+ Carro desgovernado atinge multidão e mata 23 pessoas em festa

Pouco antes da celebração, o pontífice havia recebido a visita de jovens católicos, que entregaram uma carta na qual reivindicam maior transparência e autenticidade na Igreja Católica. Um dia antes do ato, centenas de milhares de jovens marcharam nos Estados Unidos por leis mais rígidas em relação ao porte de armas.



O papa ainda reiterou que "sempre existiu a tentação de silenciar aos jovens". "Há muitas formas de silenciar jovens e torná-los invisíveis. Muitas maneiras de anestesiá-los, fazê-los ficarem quietos, sem pedirem nada, sem questionarem nada", disse o papa. Fonte: Associated Press. Com informações do Estadão Conteúdo.