COMPARTILHAR

Um aluno de uma escola secundária da Carolina do Norte, Estados Unidos, foi suspenso depois de um funcionário ter reparado que ele tinha desenhado, nos seus apontamentos, um homem segurando uma metralhadora e uma espada.

O caso, que causou muito espanto na imprensa norte-americana, aconteceu na semana passada na escola Roseboro Salemburg, onde existe ensino primário, básico e secundário. O aluno em questão, de 13 anos de idade, pertenceria a uma turma do 7.º ano.



+ Ameaça terrorista ainda é alta na União Europeia, diz Frontex

O pai do rapaz, James Herring, indicou a uma estação de televisão local que ficou incrédulo ao descobrir que o filho ficou suspenso por dois dias por causa de um desenho. O homem afirmou que o rapaz costuma ir à caça com ele e que é fã dos desenhos animados 'Tartarugas Ninja'.



“Ele só está a se expressar, não é nada violento”, afirmou o pai, acrescentando que a imagem não tem linguagem violenta nem confronto entre pessoas. No entender de Herring, a escola devia ter feito primeiro um aviso, antes de optar por uma medida drástica.

A escola, no entanto, mantém a sua decisão. “Tendo em conta tudo o que tem acontecido no nosso país, estamos a assumir uma postura mais vigilante em relação a todos os assuntos relacionados com segurança”, afirmou um responsável da instituição de ensino.