COMPARTILHAR

O juiz federal Sergio Moro afirmou nesta segunda-feira (26) em uma entrevista ao programa "Roda Viva", da TV Cultura, que cabe ao Supremo Tribunal Federal (STF) "tomar a melhor decisão" no caso do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que foi condenado em segunda instância a 12 anos e 1 mês de reclusão.

Após ter decretado a sentença de Lula em primeira instância, Moro disse que a prisão de Lula será decretada somente pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), no Rio Grande do Sul.



"Proferi a condenação na primeira instância, houve apelação, o tribunal julgou e, seguindo o STF, determinou a prisão. Se vier a decisão para mim, eu nem tenho opção de cumprir ou não cumprir, eu tenho que executar", afirmou Moro.

+ Após TRF-4 negar recursos, veja quais são os próximos passos de Lula



Ontem (26), os magistrados do TRF-4 negaram, por unanimidade, um recurso de defesa de Lula contra sua condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A entrevista de Moro foi recorde audiência e no Twitter foi um dos assuntos mais discutidos no mundo. Em quatro anos da Operação Lava Jato, essa foi a primeira vez em que o juiz concedeu uma entrevista ao vivo. (ANSA)