COMPARTILHAR

Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, o juiz federal Sérgio Moro voltou a se posicionar a favor do recebimento de auxílio-moradia por juízes no Brasil. Para ele, o pagamento de R$ 4,3 mil em benefício se justifica, sobretudo pela ausência de reajuste salarial dos magistrados há pelo menos três anos.

"Existe esse benefício, que é questionável e existe a previsão constitucional de que os subsídios do magistrado deveriam ser reajustados anualmente, o que não ocorre há três anos", opinou.



Moro foi mais contido ao comentar as eleições gerais de outubro. "Vejo bons candidatos, outros nem tanto. E outros que merecem juízo maior de censura", resumiu.

+ Relatório do TCU mostra ilegalidades em decreto assinado por Temer



Sobrou tempo ainda para o juiz comentar a série "O Mecanismo", de José Padilha, que estreou na semana passada e gerou revolta em setores da esquerda pela forma que a Lava Jato é mostrada. Segundo ele, tanto o seriado quanto o filme "Polícia Federal — A lei é para todos" foram dramáticos em excesso, e não se destacam pela veracidade, ainda que tenham qualidades.

"Não retratam uma realidade como aconteceu, mas existem pontos comuns. Essas produções culturais têm um valor e, por esses fatos estarem acontecendo agora, é difícil ser fiel. Mas é importante para informar. Ambos revelam que a corrupção é um problema. Se servir para chamar atenção nisso, já é um grande papel", concluiu. (Sputnik)