COMPARTILHAR

A irmã de Marielle Franco, Anielle Barboza, e a companheira da vereadora, Monica Benicio, deram entrada na tarde desta terça-feira (27) em uma ação contra o Facebook. Elas pedem que a rede social retire do ar publicações e compartilhamentos com conteúdos criminosos, "sabidamente inverídicos e atentatórios à honra, dignidade e memória da vereadora" assassinada no último dia 14, juntamente com o motorista Anderson Gomes, no Centro do Rio de Janeiro.

Segundo cita o G1, a ação foi distribuída para a 15ª Vara Civel.



Anielle e Monica pediram que o processo corra em segredo de Justiça, para preservar a intimidade dos usuários apontados na inicial. As autoras da ação apresentaram prints e links com nome dos usuários que publicaram e compartilharam conteúdos questionados.

+ Mentiras sobre Marielle Franco são escritas em parede de restaurante



A publicação destaca que o documento reúne 75 páginas com prints e links dos usuários que publicaram e compartilharam o conteúdo combatido.

A ação refere que foram identificados 7 memes diferentes que foram "exaustivamente reproduzidos" no Facebook e 9 páginas públicas que compartilharam os memes e publicações atentatórias à honra, dignidade e memória de Mairelle Franco.