COMPARTILHAR

O coronel João Batista Lima Filho, amigo do presidente Michel Temer, foi preso na manhã desta quinta-feira (29), em São Paulo, pela Polícia Federal. Devido a problemas de saúde, ele precisou ser atendido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi levado em uma cadeira de rodas.

De acordo com informações do portal G1, Lima seria levado ao Hospital Albert Einstein, no bairro do Morumbi. A defesa do coronel ainda não se pronunciou.



A prisão foi autorizada pelo ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, relator do inquérito que investiga Temer por suposto recebimento de propina em troca de benefícios a empresas do setor portuário via decreto.

+ PF prende amigos de Temer em ação que mira esquema no setor de portos



Lima é apontado pela Procuradoria Geral da República (PGR), com base na delação da JBS, como um dos intermediários do esquema.