COMPARTILHAR

Depois da visita de Kim Jong-un à China, agora é a vez da Coreia do Norte retomar conversas diplomáticas com o Japão. Tóquio revelou que está em contato com a isolada porção da península coreana por meio da embaixada japonesa em Pequim.

+ No Paquistão, Malala diz que 'sonhou em voltar' por 5 anos



A informação foi confirmada pelo secretário de gabinete de governo japonês, Yoshihide Suga. Seria a concretização de uma vontade já manifestada à Coreia do Sul pelo premiê do Japão, Shinzo Abe (foto), em retomar os diálogos com Pyongyang.

O Japão esteve na rota de perigo dos mísseis balísticos norte-coreanos ao longo de todo o ano 2017. Mísseis utilizados em testes nucleares sobrevoaram o território japonês em mais de uma ocasião, despertando o alerta das autoridades locais.



Além dos armamentos, Tóquio espera usar a rara oportunidade de negociar com os norte-coreanos para tratar dos cidadãos japoneses sequestrados pelo governo de Pyongyang entre as décadas de 1970 e 80. Com informações da Sputnik News Brasil.