COMPARTILHAR

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), que teve equipe acompanhando a caravana do ex-presidente Lula entre os municípios de Queda do Iguaçu e Laranjeiras do Sul, no Paraná, na terça-feira (27), apontou em relatório não ter visto "nada de anormal" no momento em que passou pelo local onde os ônibus do comboio foram atingidos por tiros.

"Desde o início das atividades na praça em Quedas do Iguaçu, no ato com o ex-presidente, e no deslocamento até Laranjeiras do Sul, nada de anormal foi visualizado pelos agentes da PFR, tanto os que estavam nas viaturas caracterizadas quanto na viatura descaracterizada", diz trecho do documento publicado pelo G1.



+ Gilmar Mendes se irrita com pergunta de repórter: 'Enfia isso na bunda'

O laudo do Instituto de Criminalística feito nos ônibus atingidos deverão ficar prontos nos próximos dias.