COMPARTILHAR

Em depoimento à Polícia Civil de Angra dos Reis (RJ), o condutor que atropelou quatro banhistas e matou dois em Ilha Grande, na sexta-feira (30), disse que a lancha apresentava problemas no acelerador e que se desequilibrou, caiu e perdeu o controle da embarcação instantes antes do acidente – testemunhas disseram também que o barco ia em direção às pedras e, para evitar a colisão, o piloto mudou sua direção, acabando por atingir os turistas.

João Tiago do Nascimento Guimarães foi preso em flagrante mas, segundo o G1, pagou fiança e responderá em liberdade por duplo homicídio culposo e dupla lesão corporal, visto que outras duas pessoas ficaram feridas.



+ Piloto de lancha que matou 2 em Angra é autuado por homicídio e lesão

As vítimas fatais foram Alexandre da Silva Leite, de 43 anos, e Walquiria Almeida Barreto, de 29. Natacha de Oliveira Soares, de 27, teve dois dedos do pé direito amputados e Camila Martinez Precoma, de 30, passou por cirurgia na noite de sexta – ainda não há informações sobre os resultados do procedimento.