COMPARTILHAR

A Polícia Civil do Rio de Janeiro autuou o piloto João Tiago do Nascimento Guimarães por duplo homicídio culposo e dupla lesão corporal. Preso em flagrante, Guimarães conduzia a lancha que atropelou quatro pessoas em Ilha Grande, no litoral do Rio de Janeiro, na sexta-feira (30), matando duas e ferindo outras duas.

De acordo com a Marinha, a embarcação foi apreendida e a habilitação do condutor, retida – Guimarães não apresentava sinais de embriaguez e prestou socorro às vítimas no momento do acidente.



+ Emocionada, vítima relata acidente em lancha em áudio para a mãe

Os turistas atingidos são de São Paulo. As vítimas fatais, segundo o jornal O Globo, foram Alexandre da Silva Leite, de 43 anos, e Walquiria Almeida Barreto, de 29. Natacha de Oliveira Soares, de 27, teve dois dedos do pé direito amputados e Camila Martinez Precoma, de 30, passou por cirurgia na noite de sexta – não há informações sobre os resultados do procedimento.