COMPARTILHAR

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, teria suspendido a verba de 200 milhões de dólares para a restauração da Síria. A informação foi divulgada Wall Street Journal. Na última quinta-feira, Trump disse mais uma vez que os EUA deixarão a Síria "muito em breve" e "deixarão os outros se preocuparem com isso". O Departamento de Estado dos EUA, por sua vez, disse que não tem informações sobre os planos de Trump para uma "saída da Síria".

Segundo fontes, a Casa Branca ordenou que o Departamento de Estado suspendesse a alocação dos fundos para a restauração do país árabe.



+ Trump pode dar resposta 'mais dura' à Rússia

Foi relatado que a decisão foi tomada depois que o presidente dos EUA leu um relatório no qual havia a informação de que os EUA haviam recentemente se comprometido a pagar 200 milhões adicionais para apoiar os esforços de reconstrução da Síria.



De acordo com a publicação, o ex-secretário de Estado, Rex Tillerson, prometeu pagar esse valor durante uma reunião da coalizão internacional contra o terrorismo, realizada em fevereiro no Kuwait. Com informações da Sputnik News Brasil.