COMPARTILHAR

Confrontos na parte indiana da Caxemira deixaram pelo menos 20 mortos, afirmou a polícia local neste domingo (1). Estes são os combates mais sangrentos registrados em 2018 nesta região, que é disputada pela Índia e pelo Paquistão desde 1947.

Três soldados indianos, 11 supostos combatentes e dois civis perderam a vida em diversos confrontos ao sul de Srinagar, a principal cidade da região dividida entre os dois países, noticia o G1.



Além de Srinagar, outras quatro pessoas morreram e dezenas ficaram feridas na tentiva da polícia para dissolver uma enorme manifestação convocada por grupos rebeldes.

A acusação por parte do país indiano é que o Paquistão arma e treina os rebeldes do grupo Lashkar-e-Taiba (LeT) e de outros grupos armados da Caxemira, o que é negado pelo governo paquistanês.



Desde a partilha de 1947, a colina himalaia da Caxemira está dividida de fato entre Índia e Paquistão, que lutam pelo controle da região. Tal conflito gerou um movimento separatista na parte indiana.

Leia também: Avalanche na Suíça faz três mortos