COMPARTILHAR

Prestes a estrear o segundo ano do programa "Conversa com Bial" na rede Globo, Pedro Bial avalia que a emissora desempenha papel de relevância no debate democrático no país e "fortalece a democracia brasileira".

“Acho que o que melhor defende a Globo é que todos dizem que ela tem lado, e é sempre o oposto de quem está falando. A direita diz que a Globo é comunista, o que é sensacional de ouvir. A esquerda diz que a Globo é fascista e golpista, o que também é hilário”, disse à Folha de S. Paulo.



+ Bial se diz triste com caso de Waack: 'Brincadeira pra lá de infeliz'

Em 2013, após as grandes manifestações de junho, o grupo Globo divulgou texto admitindo apoio ao golpe militar de 1964 e reconhecendo o posicionamento como um erro.