COMPARTILHAR

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, assinou nesta terça-feira (3) sua filiação ao MDB, durante evento realizado na sede do partido, em Brasília. O presidente da República, Michel Temer, parlamentares e lideranças da sigla participaram do ato. Na ocasião, o deputado Beto Mansur (SP), um dos vice-líderes do governo na Câmara, também se filiou à legenda.

Enquanto Meirelles assinava a ficha, um jingle que dizia “M de Michel, M de Meirelles, M de MDB” foi tocado. Banners com a imagem de Temer e Meirelles juntos foram usados para decorar o espaço. Neles, constava a frase “nossa união nos fortalece”.



+ Se Lula for candidato, intervenção será única alternativa, diz general

"Conseguimos fazer coisas que não acreditaram que se fariam. Os analistas eram pessimistas [quando o presidente Temer assumiu, em 2006]. Meirelles, mais o comando político do governo, conseguiu, no meio de tormentas, ataques, especulações, ter experiência para que a nau Brasil, nosso país, fosse conduzido da melhor forma possível", declarou Romero Jucá, presidente do MDB.



Já Michel Temer elogiou a competência do ministro. "Você está habilitado a ocupar qualquer cargo do país, não tenha a menor dúvida disso", disse.

Ao trocar o PSD pelo MDB, Meirelles prepara sua pré-candidatura à presidência da República. Nos bastidores, também é especulada uma possível chapa tendo o ministro como vice de Temer.