COMPARTILHAR

O senador Antonio Anastasia confirmou, em vídeo divulgado nesta quarta-feira (4), que será o candidato do PSDB ao governo de Minas Gerais nas eleições deste ano.

A decisão favorece a candidatura à Presidência da República de Geraldo Alckmin, que teria palanque no estado que detém o segundo maior colégio eleitoral do país.



Anastasia resistia à candidatura, mas foi pressionado por parlamentares do estado e membros da cúpula do PSDB. O próprio Alckmin já havia afirmado que o senador mineiro -que governou o estado entre 2010 e 2014- é um "grande nome", ressaltando que estaria na "linha de frente, porta-bandeira do Anastasia".

O vídeo em que o tucano confirma a pré-candidatura foi divulgado por colegas de partido. Ele voltou a dizer que disputar o governo estadual não estava em seus planos. Anastasia está no meio do mandato de senador e ainda tem mais quatro anos no cargo.



+ Lula diz a aliados que só eles acreditavam em voto favorável de Weber

"Na realidade, não era essa a minha intenção inicial. Não pretendia participar das eleições deste ano. Entretanto, recebi aqui uma romaria de prefeitos, lideranças municipais, diversos segmentos da sociedade, de todas as áreas. Todos pedindo a minha participação nas eleições", disse.

Ele afirma que o atual governo, do oponente Fernando Pimentel (PT), deixou o estado em "situação terrível", com atraso nos pagamentos dos salários de servidores e uma decadência dos serviços públicos.

"Isso tudo nos leva, necessariamente, a um compromisso na participação [nas eleições] e a uma luta forte para um governo de reconstrução", disse. Com informações da Folhapress.