COMPARTILHAR

A Polícia Federal e a Receita Federal na Alfândega de Viracopos afirmam não haver, após um mês, informações sobre os autores do roubo de 5 milhões de dólares ocorrido no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). Ambos os órgãos prosseguem com investigações sigilosas e, portanto, não comentam os passos atualmente em curso.

A ação criminosa foi colocada em prática em 4 de março por aos menos cinco homens armados com fuzis. Eles derrubaram parte de um alambrado do aeroporto, entraram na pista com uma caminhonete, renderam vigilantes e, em menos de seis minutos, pegaram o dinheiro de um container que seria levado à Suíça pela empresa Lufthansa.



+ Após 4 anos, réus do caso do menino Bernardo ainda aguardam julgamento

O dinheiro pertencia ao Banco Rendimento e a remessa foi devidamente declarada à Receita Federal.