COMPARTILHAR

O litoral norte de São Paulo registrou as primeiras mortes de macacos causadas por febre amarela. Um deles foi encontrado em área de mata de Ubatuba e outro em condomínio de Juquehy.

Em Ubatuba, na segunda-feira (2), um homem com sintomas da doença morreu e as autoridades investigam se ele contraíra a doença. Segundo a Folha de S. Paulo, o homem vivia no sertão de Ubatumirim, mesma área onde foi encontrado o macaco morto. O governo da cidade informa ter instalado postos adicionais de imunização em um mercado e no calçadão do centro.



+ Após 4 anos, réus do caso do menino Bernardo ainda aguardam julgamento

Em Juquehy, a prefeitura de São Sebastião está enviando agentes de saúde às casas de praia.



De acordo com o Ministério da Saúde, 1.131 casos de febre amarela foram registrados no país desde julho do ano passado.