COMPARTILHAR

Os dois assessores de deputados da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) flagrados trocando figurinhas da Copa do Mundo 2018, durante uma votação no plenário, na tarde de quarta-feira (4), foram exonerados dos cargos.

Eles trabalhavam para os parlamentares Carlos Roberto Osório (PSDB) e Tio Carlos (Solidariedade). Ao jornal O Dia, Carlos Osório afirmou que o comportamento foi "inadequado e inaceitável". "Ele foi exonerado por determinação minha", disse o parlamentar.



O gabinete de Tio Carlos também confirmou a exoneração. "Decidi pela exoneração por considerar uma falta grave", disse em nota. O flagrante foi feito enquanto a deputada Martha Rocha (PDT) discursava no plenário, segundo revelou o jornal Extra.

+ Polícia Federal já prepara cela para receber Lula em Curitiba



As imagens foram publicadas no Twitter por Marcelo Falcão. "Votação importante na Alerj hoje e os deputados ao invés de estarem trabalhando e fazendo jus ao salário superior a 25 mil reais, estão trocando e colando figurinha da Copa do Mundo em meio à votação. Se eu falasse, ninguém acreditaria", escreveu na publicação.

Em resposta, a Alerj disse que se tratavam de assessores de dois deputados, e que o fato "não justificável" aconteceu durante o intervalo da sessão.

"Essas imagens chegaram até nós e cabe esclarecimento: as pessoas nessas fotos não são deputados, mas assessores de dois deles. A troca de figurinhas não é justificável, mas aconteceu durante um intervalo da sessão dessa quarta-feira que durou mais de uma hora. Portanto, não aconteceram em meio à votação", diz o post da Alerj.