COMPARTILHAR

Um manifestante foi hospitalizado após confusão na porta do Instituto Lula. O juiz Sergio Moro determinou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se entregue até as 17h de amanhã.

O problema começou quando um opositor interrompeu uma entrevista do líder do PT no Senado, Lindbergh Farias (RJ), aos gritos de "viado" e "filho da puta".



"Vem apanhar aqui seu filho da puta. Vai ser reeleito aqui, seu viado?", gritava o manifestante.

+ Saiba tudo sobre a prisão de Lula



Irritado, Lindbergh se dirigiu em direção ao homem o desafiando a falar na sua cara.

Um apoiador de Lula deu um chute no manifestante, que bateu com a cabeça no para-choque de um caminhão e caiu no meio da rua.

Dirigentes petistas, que estavam na porta do prédio, foram para seus carros incentivados pelo tesoureiro do PT, Emídio de Souza.

O manifestante foi atendido no hospital que fica em frente ao instituto Lula. Com informações da Folhapress.