COMPARTILHAR

A russa Iulia Skripal, que foi envenenada junto com seu pai, Serguei, na cidade britânica de Salisbury em março, divulgou uma nota nesta quinta-feira (5) sobre o caso, na qual confirma estar consciente, mas diz ainda estar desorientada com o episódio.

Pai e filha estão internados desde o dia 4 de março, quando foram encontrados desacordados em um banco em Salisbury. A investigação mostrou que eles foram envenenados com um agente neurotóxico e Londres culpou Moscou pelo caso, mas o governo de Vladimir Putin nega participação.



O caso abriu uma crise diplomática entre os dois países. Serguei é um ex-espião russo que foi condenado pro traição após vender informações aos britânicos.

Após as informações iniciais de que ambos estavam em condição crítica, não foram divulgados muitos detalhes sobre o estado de saúde dos dois. Em 29 de março o hospital disse apenas que Iulia estava melhorando.



Também nesta quinta, a imprensa russa disse que Iulia ligou para sua prima na Rússia e disse que espera deixar o hospital em breve.

A TV estatal do país afirmou ter recebido das mãos da própria prima, Viktoria Skripal, uma gravação da conversa, mas disse que não pôde confirmar a autenticidade do áudio. A ligação teria ocorrido na quarta (4). Com informações da Folhapress.