COMPARTILHAR

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (5) que enviará entre 2 mil e 4 mil militares da Guarda Nacional para a fronteira com o México.

É a primeira estimativa apresentada pelo mandatário após ele ter assinado o memorando que determina o envio dos soldados, na última quarta-feira (4). No entanto, quando questionado por jornalistas no Air Force One sobre os custos da operação, o presidente respondeu que "a administração está cuidando disso".



Ele também disse que "sua intenção é manter os soldados em seus postos até que boa parte do muro já esteja construída". A decisão é reflexo das dificuldades encontradas por Trump para conseguir levantar uma barreira na fronteira mexicana. Com informações da ANSA.

Leia também: Mandado de prisão de Lula repercute na imprensa internacional