COMPARTILHAR

A decisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sobre como cumprir a ordem de prisão determinada pelo juiz Sergio Moro deve sair nas próximas horas. Moro deu prazo até as 17h desta sexta-feira (6) para Lula se apresentar na sede da Polícia Federal em Curitiba.

Como destaca o jornal O Globo, um grupo de petistas não quer que o ex-presidente se entregue e espera que a polícia vá prendê-lo na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo. Uma das estratégias é fazer um cerco ao ex-presidente e garantir que o momento da prisão seja registrado em foto.



Lula já teria cogitado não se apresentar à PF e pediu 'resistência pacífica' de manifestantes.

No entanto, alguns advogados de defesa do petista defendem que ele se apresente voluntariamente à Polícia Federal nesta sexta-feira.



O ex-presidente esteve reunido na sede do Sindicato dos Metalúrgicos, no ABC Paulista, com lideranças de esquerda, como a ex-presidente Dilma Rousseff, o deputado Paulo Pimenta, o senador Lindbergh Farias, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, Manuela d´Ávila (PCdoB), Luiz Marinho, os governadores Camilo Santana (Ceará) e Wellington Dias (Piauí), Guilherme Boulos, lider do MTST, e Wagner Santana, presidente do sindicato do ABC.

Saiba tudo sobre a prisão de Lula.