COMPARTILHAR

Depois de cancelar o ato na avenida Paulista nesta sexta-feira (6) para festejar a prisão de Lula, o MBL (Movimento Brasil Livre) remarcou a comemoração para a frente do Bahamas Club, em Moema (zona sul) caso o ex-presidente seja de fato preso.

O dono da boate e hotel, Oscar Maroni, promete desde 2016 que distribuirá cerveja de graça nos arredores do seu estabelecimento quando o petista for preso.



+ Manifestantes anti-Lula gritam e cantam em frente à PF em Curitiba

Sob a expressão "#sextou", o convite espalhado por líderes do MBL em redes sociais convoca a manifestação para a noite desta sexta.



O CarnaLula, ato que ocorreria em frente ao Masp, foi suspenso mais cedo por recomendação da Polícia Militar de São Paulo, segundo o movimento.

"Pedimos que nossos apoiadores também evitem a região [da Paulista], devido à mobilização local de grupos e entidades sindicais ligadas ao Partido dos Trabalhadores que devem provocar confrontos violentos a fim de desrespeitar a lei e a ordem democrática", afirmou o MBL em uma rede social. Com informações da Folhapress.