COMPARTILHAR

Uma menina de 9 anos foi esquecida em uma escola particular de Hortolândia, no interior de São Paulo. Segundo o pai, ele se atrasou 15 minutos para buscá-la e, quando chegou ao local, encontrou a filha chorando, trancada na instituição de ensino.

O responsável pela criança fez fotos da cena (acima) e registrou um boletim de ocorrência por abandono de incapaz.



“A minha filha estava desesperada, chorando lá dentro, com os braços para fora me pedindo: 'Me tira daqui, me tira daqui. Pelo amor de Deus, me tira daqui', disse o pai ao G1.

+ Dezenas de bois morrem afogados em MT após carreta cair em rio



De acordo com o site, o pai pulou a grade da escola com a ajuda de vizinhos e resgatou a menina. Ele conta ainda que tentou falar com alguém da instituição de ensino pelo telefone ou pelo Whatsapp, mas não obteve resposta.

A dona da escola Kumon, Sylvia Helena Pellissien, assumiu o erro e disse que não atendeu o telefone porque o número do pai não está registrado como de um responsável pela aluna.

“O telefone que ele tentou me ligar não tem o nome dele. Eu atendo pai a qualquer horário, eu atendo filho até nos finais de semana”, afirma Sylvia.

A proprietária disse que vai apurar o que ocorreu. “Eu já liguei me desculpando. Não tenho como reparar um erro deste. Isso é um erro”, lamentou.