COMPARTILHAR

Uma multidão foi até o Bahamas Club, em Moema, na Zona Sul de São Paulo, nesta sexta-feira (6), para receber a cerveja grátis prometida pelo proprietário do local, Oscar Maroni. Em 2016, o empresário disse que distribuiria a bebida nos arredores do seu estabelecimento quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fosse preso.

Em vídeo, Maroni disse que gastaria "de oito a nove mil reais de cerveja". "Dentro e na praça em frente ao Bahamas Club. Se o Lula for preso, corram para o Bahamas Club que até a meia noite a cerveja, a bebida, a festa vai ser de graça", completou.



+ MBL muda comemoração para a frente do Bahamas

O assunto está entre os mais comentados do Twitter. No Instagram, internautas aproveitam uma publicação do empresário comemorando a condenação do petista, feita nesta quinta-feira (5), para cobrar a promessa.



Segundo a Folha de S. Paulo, buscas no Google pelos termos "Bahamas Club" e "Oscar Maroni" também dispararam.