COMPARTILHAR

Ainda na madrugada desta sexta-feira(6), movimentos sociais de esquerda e outros apoiadores de Luiz Inácio Lula da Silva se reuniram na sede do sindicato dos metalúrgicos de São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, decretada pelo juiz Sergio Moro na noite desta quinta.

+Grupos pró-Lula marcam ato nesta sexta; MBL fará comemoração



Uma manifestação contra a prisão do ex-presidente foi convocada pelo Partido dos Trabalhadores, de acordo com o UOL, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) promete paralisar 100 rodovias e invadir 70 fazendas improdutivas.

"Todos e todas às ruas do Brasil para organizar ações nas estradas, ruas, escolas, locais de trabalho, atos, panfletagens para defender a liberdade de Lula!", diz texto da manifestação.



A agenda de manifestações a favor do ex-presidente está sendo divulgada em um evento nas redes sociais.