COMPARTILHAR

Na frente do Bahamas Club, em Moema (zona sul), o empresário Oscar Maroni distribui latas de cerveja de graça na noite desta sexta-feira (6) para comemorar a iminente prisão de Lula.

A rua da boate e hotel foi fechada pela CET. Centenas de pessoas, a imensa maioria homens, pegaram latas de Brahma e beberam no local. "E viva o Lula!!!", gritava um deles, com a bebida na mão.



+ MBL muda comemoração para a frente do Bahamas

Desde 2016, Maroni, que é crítico do PT e do ex-presidente, prometia doar bebida no local caso Lula fosse preso. Nesta tarde, o MBL (Movimento Brasil Livre) também convocou seguidores para se concentrarem em frente ao Bahamas e comemorarem a decisão do juiz Sergio Moro.



Maroni, que pendurou na fachada do prédio fotos de Moro e da ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, perguntou à multidão: "Tudo certo aí? Não quero nenhum Gilmar Mendes aí no meio roubando cerveja não".

Ele disse estar emocionado e afirmou querer um Brasil melhor. "Ei, Lula, vai tomar no cu", gritavam em coro os participantes. Uma parte deles também saudava o presidenciável Jair Bolsonaro, chamando-o de "mito". Com informações da Folhapress.