COMPARTILHAR

O homem agredido em frente ao Instituto Lula na noite de quinta-feira (5) tem estado de saúde instável, segundo boletim médico divulgado neste sábado (7) pelo Hospital São Camilo do Ipiranga, na Zona Sul de São Paulo. No entanto, não há previsão de alta médica.

Segundo testemunhas, o empresário Carlos Alberto Bettoni, de 56 anos, discutiu com militantes do PT. Ele foi empurrado por um manifestante e bateu a cabeça em um caminhão que passava pela rua, como cita o G1.



Exames indicaram traumatismo craniano. Bettoni passou por uma cirurgia e se recupera em um quarto do hospital. Parentes contaram à TV Globo que o empresário está bem e consciente. Ele teve pequenos coágulos, que o corpo deverá absorver naturalmente.

Leia também: Suspeito de agredir homem no Instituto Lula foi vereador do PT