COMPARTILHAR

Ex-diplomata do Vaticano em atuação nos Estados Unidos, Carlo Capella foi detido pela polícia da Santa Sé, por suposto envolvimento com pornografia infantil. A prisão, anunciada neste sábado (7), é fruto de uma investigação que envolve dois países, Estados Unidos e Canadá.

De acordo com a polícia canadense, Capella teria acessado sites de pornografia infantil de dentro de um local de culto, entre os dias 24 e 27 de dezembro de 2016.



+ Falso alarme de bomba evacua em Veneza

Conforme a agência AP, o Vaticano recebeu informações do Departamento de Estado dos EUA, em agosto passado, sobre uma "possível violação das leis relacionadas com imagens de pornografia infantil". O crime teria sido cometido por "um dos diplomatas em Washington".



O monsenhor Carlo Capella foi chamado de volta ao Vaticano em setembro passado, quando a investigação já estava em curso – conforme publicou a AFP. A detenção foi divulgada apenas agora.