COMPARTILHAR

Um fotógrafo morreu depois de ter sido baleado, neste sábado (7), enquanto cobria protestos na fronteira entre Israel e Gaza. Um vídeo mostra que Yaser Murtaja, 30 anos, da Palestina Ain Media, envergava o colete que o identificava como imprensa no momento em que foi alvejado.

De acordo com as autoridades, citadas pela Sky News, a bala atingiu o peito do fotógrafo, que chegou a ser socorrido para um hospital próximo, mas não resistiu aos ferimentos.



Ele é uma das nove pessoas que morreram na sequência de confrontos sangrentos na fronteira de Gaza, que já deixou mais de mil feridos.

+ Líder do Estado Islâmico é morto em bombardeio no Afeganistão



Milhares de palestinos continuam em protestos, exigindo que refugiados e seus familiares sejam autorizados a regressar às suas casas, em Israel.

O líder trabalhista Jeremy Corbyn classificou estas mortes como um ato de "indignação", num comunicado lido numa manifestação em Downing Street, em Londres, hoje.