COMPARTILHAR

Emocionado, rouco e abatido, Lula fez um discurso em São Bernardo do Campo na tarde deste sábado (7), após a missa em homenagem à Dona Marisa Letícia, e revelou que foi recomendado a pedir asilo político no Uruguai e em embaixadas de outros países sul-americanos.

O ex-presidente dispensou a ideia, e disse que “não tem mais idade para isso e que vai enfrentar todos ‘olho no olho’”.



"Eu não tô escondido, eu vou lá na barba deles, para eles saberem que eu não tenho medo, que não vou correr e para saberem que eu vou provar a minha inocência", diz Lula.

"Quanto mais dias me deixarem lá [preso], mais Lulas vão nascer neste país", acrescentou o ex-presidente.



No mesmo discurso, Lula confirmou que vai se entregar à Polícia Federal.