COMPARTILHAR

Pelo menos 40 pessoas morreram em um ataque químico na cidade de Douma, no entorno de Damasco, na Síria, neste sábado (7). A informação foi divulgada por uma organização não-governamental (ONG). Entre as vítimas, estão várias crianças.

Por sua vez, outra ONG, o Observatório Sírio de Direitos Humanos, assegurou que pelo menos 11 pessoas sofreram sintomas de asfixia, depois de um bombardeamento aéreo na periferia norte de Douma, nas proximidades do Cemitério Antigo.



+ Incêndio atinge topo da Trump Tower em Nova York

A agência oficial síria, SANA, negou qualquer responsabilidade das forças sírias e assegurou que "as denúncias do uso de substâncias químicas em Douma são uma tentativa clara de impedir o progresso do exército", que, na sexta-feira (6), iniciou uma ofensiva contra os rebeldes naquela zona.